25 de set de 2014

Passando a limpo


Discutir as questões que envolvem a produção escrita (bem como sua revisão e avaliação) na escola não é tarefa fácil, mas em compensação proporciona situações de diálogo bastante enriquecedoras tais como as que vimos estabelecendo durante as últimas semanas.
Para a primeira metade do Laboratório de Revisão e Avaliação Textual pensei, dentre as possibilidades, discutir pontos que considero essenciais para o futuro professor da Língua e, consequentemente, futuro revisor/avaliador de textos.
Partindo do geral para o específico, iniciamos com a discussão do papel da escrita em uma sociedade letrada como a que vivemos (dialogamos com base nesta apresentação aqui); em seguida, apontamos para a função da escola no panorama anteriormente construído, para tanto, solicitei leitura e produção da resenha do primeiro capítulo do livro “Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário”, de Delia Lerner, que pode ser acessado clicando aqui.
A fim de compreendermos melhor as etapas pelas quais passam nosso aluno no processo de aquisição e aperfeiçoamento da escrita, questões relativas à influência da fala na modalidade escrita foram levantadas com objetivo de, conforme texto de um dos slides da apresentação (para acessá-la: aqui),
[...] não apenas permitir que o futuro professor perceba a influência da fala como algo natural e previsto, mas – e principalmente – propiciar o planejamento de atividades e eventos de  escrita e reescrita que, localmente, busquem a evolução escrita dos alunos.
Para que compreendêssemos melhor algumas questões apresentadas na teoria, analisamos alguns apontamentos relativos à produção escrita de vocês; no caso, as resenhas do texto de Lerner (apresentação da aula aqui). As mesmas foram devolvidas na última aula (24 set.) e deverão ser reescritas e entregues a mim novamente no nosso último encontro (08 de out.).
Em nossa última aula antes dos Seminários, após a leitura e a produção de um fichamento (ou resenha) do texto “Os Gêneros do Discurso”, de Mikhail Bakhtin (o qual você consegue acessar clicando aqui), conversamos acerca do ensino <> aprendizagem da Língua pela perspectiva do gênero (slides aqui e post sobre a exposição Toda Cura Para Todo Mal aqui).
Nas próximas duas semanas, o direcionamento da aula será feito por vocês à medida que os Seminários forem apresentados.
Por último: quem não entregou a resenha e o fichamento dos textos, pode encaminhar para o e-mail professorolivaldo@gmail.com (ATÉ O DIA 08 DE OUTUBRO) valendo 80% da nota. Quem tiver alguma questão ou dúvida pode mandar e-mail também.